Avaliações em sua loja: conheça algumas estratégias para consegui-las e tornar sua loja cada vez mais confiável ao cliente

Avaliações em sua loja: conheça algumas estratégias para consegui-las e tornar sua loja cada vez mais confiável ao cliente

As avaliações de produtos, chamadas de reviews no e-commerce é um gatilho de prova social de grande peso para a conversão de clientes.

A razão para isso é muito simples: ao pesquisar produtos na internet, o visitante dá mais credibilidade nas opiniões de outras pessoas que vivenciaram a experiência de compra, do que nas descrições de produtos feitas pela empresa.

O consumidor está cada vez mais desconfiado e atento, por isso, as avaliações podem dar o encorajamento que ele precisa para finalizar corretamente uma compra.

Dados do EConsultancy, Search Engine Land e Bright comprovam isso:

  • A avaliação de produtos é capaz de aumentar as vendas em até 18%.
  • Consumidores que leem avaliações têm 105% mais probabilidade de efetuar uma compra.
  • Consumidores confiam 12x mais em avaliações do que na descrição que a loja faz do produto.
  • 84% das pessoas confiam nas opiniões online tanto quanto confiam em recomendações pessoais.

Além disso, as avaliações de produtos dão dimensões reais de quais itens estão sendo melhor avaliados, o que ajuda na criação de promoções com altas chances de lucratividade.

Quanto mais avaliações positivas, mais vendas efetuadas. Por isso, você precisa saber alimentar as páginas de produtos com feedbacks dos consumidores, como lidar com avaliações negativas e quais as principais ferramentas utilizadas.

Existem algumas estratégias para cativar os consumidores e conseguir avaliações de forma espontânea, confira:

Descomplique o processo de avaliação da sua loja

O comportamento na internet é muito rápido e objetivo, então não adianta almejar que seus clientes avaliem seus produtos, se essa opção não está claramente visível e funcional em sua loja virtual.

Navegando por algumas lojas é possível reparar que muitos deixam esse campo abaixo de uma enxurrada de sugestões de outros produtos, ou até mesmo em baixo de toda descrição técnica, que algumas vezes é ignorada pelo consumidor (dependendo do produto), o que torna quase impossível criar a intenção de deixar uma avaliação.

Certifique-se de que o campo seja visualizado fácil e rapidamente, para que o visitante não precise rolar muito a página até enxergá-lo. Também é importante garantir um layout bem definido para que as avaliações não se misturem com a descrição do produto, por exemplo: pense em algo chamativo, com uma caixa de cor diferente do layout do site, que faça com que a atenção do consumidor seja deslocada a esse ponto.

Automatize um e-mail pós-compra

Alguns lojistas tem um certo “medo” de pedir feedback de seus consumidores, sendo que essa é a melhor forma de garantir que seus serviços e produtos sejam avaliados.

Uma maneira fácil de fazer isso é realizar o envio de um e-mail marketing assim que a compra for finalizada, ou entregue, pedindo que o cliente avalie sua experiência. Assim, um determinado período após o fechamento da venda, os clientes irão receber uma mensagem pedindo para deixarem um feedback sobre sua experiência com a loja.

Neste e-mail, direcione o comprador para a área de avaliações escolhida, seja ela a página do produto, alguma área do site, um formulário específico ou outra ferramenta.

Seja pessoal

Independente do tom da comunicação de sua loja, não se esqueça de adicionar um toque personalizado na mensagem. Você pode fazer isso adicionando seu nome na assinatura, por exemplo.

Seja objetivo

Evite adicionar novas perguntas, links e ofertas, mantenha o foco e se atente apenas para a avaliação. Evite distrações na mensagem, deixe o foco para o feedback.

Existe um número ideal de avaliações?

Não existe um número certo para que seu site seja considerado confiável, ou seu produto bom, porém quanto mais avaliações positivas, melhor! Funciona como se fosse a publicidade boca a boca, quanto mais pessoas falando bem de um produto, maior será as chances de despertar o desejo e efetivar a compra, porém se muitas pessoas falam mal, logo descartamos a opção.

De acordo com a Bright Local, 85% dos consumidores leem no mínimo dez avaliações antes de decidir efetuar uma compra. É dessa forma que funciona também em reviews no e-commerce. Quanto mais depoimentos elogiando o produto, a marca, e até mesmo a loja em si, maiores são as chances de reforçar a tomada de decisão do visitante, que ainda está em dúvida.

Um levantamento de dados do Instituto de Pesquisa Baymard apontou um fato interessante: os usuários não necessariamente consideram o produto com a maior média de classificação a melhor opção.

Durante testes de usabilidade desenvolvidos pelo Instituto, a maioria dos consumidores optaram por um saco de dormir com uma classificação de 4,5 estrelas com base em 50 avaliações, do que outros produtos exatamente iguais com classificação de 5 estrelas que foram baseados apenas em alguns poucos comentários. Isso porque eles basicamente não acharam a quantidade de avaliações confiável.

Como agir diante de avaliações ruins?

É comum acontecer contratempos depois da venda de um produto, por isso é preciso sempre ficar atento às operações do e-commerce e garantir a máxima excelência na entrega daquilo que foi anunciado em sua loja.

Mas, quando se deparar com uma avaliação negativa em seu site, não considere isso como um grande empecilho.

A Econsultancy fez um outro estudo onde confirmou que 68% dos consumidores confiam mais em reviews quando veem notas boas e ruins e 30% suspeitam de avaliações quando não veem nenhuma negativa. Ou seja, ter uma ou outra nota ruim pode deixar a avaliação de produtos mais realista e com a sensação de algo não manipulado.

Claro que para isso são necessários muitos comentários positivos para criar uma sensação de confiança e não acabar prejudicando a imagem da marca. Digamos que existam “reclamações construtivas” e mantê-las visíveis demonstra transparência por parte da empresa, afinal, mesmo buscando zerar as falhas do processo, nem tudo é perfeito.

Resumindo, não é preciso fugir ou temer as avaliações negativas. Tome medidas mais extremas apenas se algo sair do controle. Caso contrário, saiba lidar com as opiniões dos seus clientes e use-as como forma de melhoraria contínua.

 

Comentários