Balanço do e-commerce 2010

Balanço do e-commerce 2010

O e-commerce 2010 foi responsável não só pelo maior faturamento já visto nas negociações online, R$ 15 bilhões, como também por um grande avanço em formas de divulgação como a ampliação das técnicas de SEO e Links Patrocinados e, é claro, a atuação mais intensa das redes sociais.

 

Durante este ano, o número de consumidores online cresceu, alcançando a faixa de 23 milhões de usuários, que gastam cerca de R$ 118 por mês com as negociações virtuais, segundo pesquisas. O Brasil tem, hoje, quase 70 milhões de internautas e as classes C e D estão em ativo crescimento.

 

Um fator que elevou as vendas online em 2010 e promete, ainda, beneficiar o comércio eletrônico em 2011 é a percepção dos clientes em relação à segurança online, onde os e-consumidores já se sentem mais à vontade e seguros para realizarem suas transações, especialmente, com cartões de crédito – a forma de pagamento mais utilizada durante este ano.

 

O ano de 2010 superou as perspectivas no Natal, no Dia das Mães, no Dia dos Namorados e no Dia das Crianças, mostrando que este foi um ano exemplar para as negociações virtuais. “Em 2010, o comércio eletrônico surpreendeu a todos. Agora, com as novas ferramentas e tendências que já entraram e, ainda, entrarão em cena, 2011 promete também conquistar expressivos resultados”, expõe Felipe Martins – Fundador e Presidente da Dotstore.

Comentários