Black Friday- 5 Passos para sair na frente e converter mais

Black Friday- 5 Passos para sair na frente e converter mais

Desde 2010 o mercado eletrônico ganhou uma nova data, a Black Friday, nos Estados Unidos ela é considerada uma das datas de mais venda.

 

Quando a Black Friday chegou ao Brasil, ganhou ares de saldão, todos queriam vender rápido e por menos. Em pouco tempo percebemos que precisávamos amadurecer nosso sistema logístico e também trabalhar o estoque de forma estratégica, para obter uma vantagem competitiva.

 

Segundo dados da Black Friday de 2016, em um único dia o evento movimentou R$1,9 bilhão, o que equivale a 13 vezes a média de um dia comum. Outro ponto relevante é que o evento vem ganhando adesão e crescendo ano após ano. De 2015 para 2016 a Black Friday cresceu 17%. Totalizando 2,23 milhões de pedidos nos e-commerces do país.

 

O fator mais relevante para as lojas, é o número de novos clientes online que o evento foi capaz de criar, foram 281 mil pessoas que compraram pela primeira vez pela internet durante a Black Friday 2016.

 

Esses números nos mostram que não podemos ficar de fora, mas precisamos ser conscientes para não sangrar a margem de lucro dos produtos, ou até mesmo a margem saudável de funcionamento da loja virtual.

 

 

No período da Black Friday é o período de maior inteligência que você precisará ter. Além de ter sempre em mente os valores de funcionamento da sua operação. Pois no calor do momento muitas vezes lembramos somente do preço de compra do produto. Para isso vamos lembrar seus custos, para que você leve em consideração antes de dar 80% de desconto.

 

  • Plataforma
  • ERP
  • Maketing (e-mail e anúncios)
  • Equipe
  • Frete
  • Preço de compra do produto.
  • Custo da operação (local e custos extras)

 

Separamos 5 dicas para você sair na frente na Black Friday e manter a sua empresa white por todo o ano.

 

1 – Comunicação.

 

Informe aos seus consumidores as promoções que ele terá acesso na Black Friday!

Não esqueça de tornar visível em toda sua loja online e identidade visual que você participará do evento!

Crie uma tag com a logo da black friday e marque os produtos que farão parte da promoção.

Faça ações nas redes sociais com as chamadas para a Black Friday. Busque produtos com grande margem de lucro e anuncie com uma porcentagem de desconto atrativa..

 

Dicas práticas:

 

  • Mudar capa do Facebook.
  • Criar peças para redes sociais.
  • Mudar banners da loja virtual.
  • Criar landing page com produtos de desconto.

 

Mas é preciso honrar suas ofertas!

 

2 – Crie uma régua de relacionamento

 

Faltam menos de 70 dias para o evento. Envie e-mails semanais com chamadas de descontos e produtos que já foram abandonados pelo seu cliente no carrinho.

Envie e-mails semanais com descontos progressivos para a sua base de clientes. Mostre como eles são especiais.

 

3 – Promoções únicas!

 

Não basta dar desconto, você precisa criar ofertas sob medida para a Black Friday! Ofereça descontos reais. É muito mais caro e trabalhoso reconstruir a credibilidade de uma loja, do que dar o desconto real.

 

Crie kit de vendas e dê desconto pelo volume de vendas.

 

Exemplo: Sua loja é de produtos de beleza. Você pode criar um kit com produtos de cabelo e oferecer um desconto por ele. Venderá mais produtos, além de facilitar a entrega.

 

4 – Frete Grátis e Estoque

 

Sim, ele é uma ação maravilhosa e ajuda na hora de fechar a venda, mas é importante ter em mente o valor do frete. Pois muitas vezes é melhor manter um frete fixo, dependendo do seu nicho de atuação, do que oferecer um frete grátis.

 

Um ponto de alerta na Black Friday é a emissão de boletos. Para segurar a compra, muitos clientes geram boletos de compra e após a data limite para o pagamento não cumprem.

 

Em algumas situações é possível comprometer o frete / logística e o estoque. Caso você tenha inserido uma margem de estoque para suprir os boletos que forem ignorados e todos os produtos que forem vendidos, seja ela boleto ou cartão de crédito, existe uma possibilidade do seu estoque ter vendido mais produtos do que realmente tem. Neste caso, é preciso levar em consideração estorno, cálculo do frete e ticket médio da compra.

 

5 – Independe da Black Friday, seja fiel a sua loja

 

Essa dica é para todos os lojistas que entram em guerras de desconto. Mais vale uma loja saudável, que entrega no prazo e atende bem o cliente, do que a loja que vai dar 80% de desconto mais frete grátis, vender quase todo o estoque e ter uma margem de lucro negativa.

 

Nossa principal dica é papel e caneta na mão. Analise cada margem do produto e crie ações possíveis. Ainda teremos o Natal e sua loja precisa estar saudável para mais 2 semanas com um grande volume de vendas.

 

Boas Vendas.

Comentários