Brasileiros ainda são inseguros em comprar pela internet

Brasileiros ainda são inseguros em comprar pela internet

“Vai chegar? Posso confiar?” Dúvidas e insegurança sobre a mercadoria adquirida estão entre as causas mais comuns de desistência de compras feitas pela internet. A compra online sempre irá gerar mais incerteza para os clientes, embora o e-commerce venha se consolidando ano a ano.

 

Mesmo se a loja virtual disponibilizar diversas fotos do produto, em vários ângulos e com boa qualidade, há ainda muitos clientes que se queixam que não conseguem ver todos os detalhes ou experimentá-lo.

 

Com tantas notícias de golpes cibernéticos e cada dia mais pessoas vendendo online, a segurança no pagamento também é um ponto crítico da compra pela internet. A falta de confiança atinge, sobretudo, usuários que ainda não fizeram nenhuma compra online.

 

Outros receios são: não receber o produto comprado, não gostar da mercadoria, receber o produto danificado e, até mesmo, ser vítima de fraude com seus dados bancários. Vale lembrar que, com a devolução ou a troca do produto, o lojista virtual fica responsável, na maioria dos casos, a arcar com todas as despesas dessa logística reversa.

 

Com esse cenário em mente, é necessário encontrar soluções para garantir que o consumidor sinta-se, de fato, seguro em comprar pela internet.

 

Os hábitos de compra e de venda mudaram bastante. Se o comprador mudou, as lojas virtuais que não se adequarem vão ficar para trás no mercado.

 

É necessário atender todas as demandas exigidas pelo consumidor e, cada vez mais, será fundamental encontrar formas de fugir dos serviços tradicionais, oferecendo novas soluções para uma melhor experiência de compra para o consumidor. O varejo online oferece muito espaço para inovações que chacoalhem o mercado brasileiro e, conseqüentemente, revolucionem a forma dos brasileiros comprarem no e-commerce.

 

Escrito por Ricardo Laureano Siqueira, fundador e CEO da KOIN.

 

Comentários