Como o conceito de humanização muda meu e-commerce?

Como o conceito de humanização muda meu e-commerce?

A partir do momento que se entende que um negócio virtual possui como base achar e atender uma necessidade específica do consumidor torna-se mais fácil aplicar o conceito de humanização na loja virtual.

 

O princípio de humanização vai além de, simplesmente, ter alguém na loja para atender um cliente, mas aplica-se na usabilidade, no respeito, na transparência, no conhecimento do público antes, durante e após a negociação.

 

Ok, até aqui muito bonito. Mas veja como, realmente, o conceito de humanização muda seu e-commerce:

Relacionamento.

O conhecimento prévio do público-alvo permite ao lojista entender e oferecer na loja exatamente aquilo que suprirá a necessidade destes consumidores, em termos de produtos e experiência de compra. Diante dessa realidade, ingressar e investir em um relacionamento cliente-empresa renderá ótimos retornos em confiança e fidelização.

 

Contato.

Tratando o cliente de forma humana, não como mais um número ou mais um consumidor qualquer, a relação é fortalecida. Falamos de interagir em mídias sociais, em ligação ou e-mail ao haver um abandono de carrinho, em oferecimento de desconto para compras recorrentes, em mensagens de parabenização em datas comemorativas, em contato pós-venda para saber o que achou do produto e da negociação. Isso é tornar seu e-commerce humano.

 

Transparência.

Neste conceito, cabe a apresentação clara e objetiva da loja virtual e suas políticas de troca e devolução, descrição de produtos e serviços, prazos de entrega, cuidado com a embalagem do produto e inclusão de comentários e opiniões de outros clientes sobre determinado item. Como se não bastasse, a disponibilidade e o rápido retorno em mensagens e e-mails, especialmente, quando algo não sai como esperado, tornam sua loja transparente e próxima do consumidor.

 

Alguém pode questionar: diante de uma realidade de consumo acelerada, como vivemos hoje, ainda é possível fidelizar clientes, relacionar-se com ele? Sim! Ainda é possível conquistar o consumidor e tornar sua loja virtual uma “Love Mark” (marca de amor) para ele.

 

Para conquistar este patamar, claro, é preciso trilhar um caminho diferente do que os inúmeros empreendimentos espalhados web afora. Que tal apostar na humanização como caminho?

 

Pense nisso e sucesso!

Comentários