E-commerce de confiança: como ter o meu?

E-commerce de confiança: como ter o meu?

A cada novo ano, o número de consumidores virtuais cresce no e-commerce brasileiro. E, com a chegada de novos clientes, que possuem contato com o mercado de vendas pela internet pela primeira vez, ainda surgem muitas desconfianças sobre qual loja virtual escolher, e como saber que um empreendimento é verdadeiramente sério e representa um e-commerce de confiança.

 

Se o seu objetivo é ter um e-commerce de confiança aos potenciais clientes, tanto veteranos, como novatos, nós destacamos alguns pontos essenciais para despertar no consumidor o sentimento de confiança:

Dicas para ter um e-commerce de confiança:

1. Apresente selos de segurança verdadeiros;
2. Trabalhe apenas com produtos de qualidade;
3. Aposte na descrição bem feita dos produtos;
4. Providencie imagens reais e em perfeita qualidade de visualização;
5. Apresente feedbacks verdadeiros de clientes.

 

Esses aspectos são fundamentais para gerar mais confiança no consumidor no momento de comprar. No entanto, destacamos que o marketing feito por outros consumidores é uma das formas mais convincentes de conquistar novos clientes. Por isso, destacaremos três regras básicas para maximizar o potencial de confiança, a partir de reviews de clientes:

 

Permita o comentário somente dos consumidores que compram

Um potencial cliente que não comprou em sua loja não precisa ter o direito de comentar. Afinal, ele não tem experiência com seu empreendimento e pode ser mal intencionado em suas palavras, se o e-commerce que lhe forneceu não lhe deixou satisfeito. Por isso, certifique-se de que quem realmente comprou em sua loja virtual estará comentando. Para isso, basta habilitar a opção de que somente usuários logados podem comentar sobre produtos e serviços do e-commerce.

E-commerces de confiança não excluem e editam comentários

Se o consumidor desejou fazer um comentário, permita que ele se expresse. Ele pode ter amado a negociação e o produto, como pode ter odiado a ambos. Uma coisa é fato: o que o consumidor comentar servirá de termômetro para seu e-commerce, ou seja, se ele fez um elogio mantenha o serviço; mas se fez uma crítica, procure entender a realidade daquela negociação específica e, claro, melhore a experiência dos consumidores.

Publique tudo o que foi comentado por seu cliente

Nada de consertar erros de português ou pontuação. Isso, por algumas razões: primeiro, porque o cliente se sentirá ofendido em ter seu comentário editado. E, segundo, porque os consumidores percebem quando lojas virtuais está manipulando comentários a seu favor. Trabalhar com reviews de clientes é coisa séria e sugere, acima de tudo, respeito ao consumidor virtual: ao que comenta e aos que leem.

 

A verdade sobre feedbacks de clientes é apenas uma: quanto mais transparente seu e-commerce for, mais confiança ele gerará ao consumidor e, consequentemente, mais vendas obterá dentro do mercado virtual. Por isso, coloque em prática essas dicas e sucesso!

Comentários