Tendências em operações para o e-commerce em 2018

Tendências em operações para o e-commerce em 2018

O ano de 2017, apesar da situação econômica do país não foi nada mal para a indústria do e-commerce. Já há alguns anos que o segmento não para de crescer. Até mesmo os negócios iniciantes têm encontrado espaço para crescer em um mercado tão competitivo como o dos e-commerces. Diante disso, é fundamental continuar ligado nas tendências de mercado para manter-se competitivo e melhorar seu potencial de vendas.

Listamos alguns dos temas que vem ganhando ainda mais tração ao longo de 2018, ano que devemos observar ainda mais força nas vendas online.

Mobile no centro das atenções

Já não é mais novidade que a maioria das pessoas, ou quase todas, possuem um celular em suas mãos. Os números de usuários não para de crescer a passos largos. A média de tempo de navegação em notebooks e desktops não sofreu grandes mudanças entre 2010 e 2015. A dos usuários mobile passou aproximadamente de 30 minutos para 3 horas, isso tudo apenas nesse intervalo.

Para reforçar esta tendência, é importante saber: mais de 50% das vendas pelo comércio eletrônico agora são feitas via mobile. Espera-se que o número cresça de forma contínua nos próximos anos. Ponto para o mercado do e-commerce e para o significativo impacto nos negócios on-line.

O aumento do comércio mobile será ainda mais intenso em 2018. De acordo com a Goldman Sachs, a participação do comércio eletrônico mobile será de aproximadamente US$ 626 bilhões, número mais do que significativo. Um dos gigantes do mundo das vendas também afirma que mais de 50% das visitas em sua página vem de dispositivos móveis.

Atendimento humanizado, porém, com predominância dos chatbots

Até 2020, 85% das interações dos consumidores será orientado por mecanismos automáticos como o chatbot. Essa é uma das previsões da Gartner sobre a nova era digital proporcionada pelo avanço das aplicações com Inteligência Artificial.

O atendimento via chats já vem conquistando espaço na preferência de consumidores e empresas. Isso acontece pela facilidade na interação e pela possibilidade de otimizar a produtividade do atendente.

Com a chegada de soluções via chats, essas técnicas ganharão ainda mais espaço em 2018. Com elas é possível auxiliar consumidores na escolha certa do produto, concluir vendas, e prestar atendimento personalizado no pós-venda.

Dessa maneira, o atendimento virtual no e-commerce tem a possibilidade de ser constante, evitando perder consumidores por falta de informações. Porém o chatbot ainda está em evolução, para se igualar ao atendimento humano.

Usar a tecnologia de inteligência artificial ainda é bastante caro, mas com a evolução tecnológica tende a se tornar acessível. Isso ainda é um desafio no atendimento, equilibrar a eficiência operacional com qualidade no suporte.

Conforme pesquisa feita pela Amdocs em todo mundo, apesar dos consumidores já estarem habituados à interação com assistentes virtuais, 82% dos entrevistados ainda preferem falar com humanos, devido melhor atendimento e melhor compreensão de suas necessidades.

O uso de uma variada série de soluções tecnológicas para melhor atender o consumidor continua merecendo grande atenção dos e-commerces, mas prover um contato de qualidade e efetivo, ainda é a meta principal.

A chegada do Omnichannel

Ter uma plataforma omnichannel é uma novidade no e-commerce varejista, ela se baseia na ligação de todos os canais utilizados por uma empresa, e sua principal função é fazer com que o consumidor não sinta diferença entre a compra online e a compra física.

Essa novidade pode ser explorada em todos os tipos de comércio, seja ele físico ou virtual, e também atinge os compradores. Dessa maneira é possível explorar todas as possibilidades de interação.

O omnichannel é uma evolução do conceito de multicanal, pois é totalmente feita para otimizar a experiência do consumidor nos canais de uma determinada marca.

Adotar uma cultura de inovação dentro de sua loja virtual é uma maneira interessante de se adequar às novas tendências (que são quase exigências) de mercado, aumentando a produtividade e se tornando cada vez mais atual. Dessa forma, acompanhar o surgimento de novas tecnologias e assim buscar aplicá-las em sua empresa se torna essencial para sua evolução.

Em momentos de grande concorrência, estar integrado as tendências de mercado é imprescindível para se ter uma visão mais realista e conseguir tomar decisões mais assertivas, e assim se manter sempre nas primeiras opções de compra dos consumidores.

 

 

 

 

Comentários