Dia dos Namorados e os impactos no e-commerce

Dia dos Namorados e os impactos no e-commerce

O período de datas comemorativas que movem a economia brasileira, gerando lucros ao setor comercial online e offline já chegou. As cinco datas sazonais, juntas, (Dia das Mães, Dia dos Namorados, Dia dos Pais, Dia das Crianças e Natal), significaram para o e-commerce brasileiro em 2009, um faturamento de R$3,35 bilhões, representando 31% de toda a movimentação do ano, segundo a IDG Now.

 

O Dia dos Namorados, comemorado em 12 de junho, é a terceira data sazonal mais lucrativa do ano, sendo que seu período de vendas se estende de 29 de maio ao próprio dia 12 de junho. Um dos motivos que gera crescimento no comércio eletrônico nessa data, é que muitos casais deixam de comprar em lojas tradicionais, por aproveitarem para viajar. Com isso valem-se da vantagem do e-commerce, que permite programar as compras em lojas virtuais, mesmo que a centenas de km de distância.

 

Para esse ano, segundo a consultoria e-bit, estima-se que o Dia dos Namorados renderá para o comércio eletrônico brasileiro cerca de R$ 550 milhões, significando um aumento de 40% em relação a esse período, no ano passado – R$ 393 milhões. Os presentes mais procurados deverão ser produtos de informática, perfumes e cosméticos, flores e cestas e ainda telefones celulares.

 

O diretor geral da e-bit, Pedro Guasti, aponta: “Mesmo não tendo a mesma força como Natal e Dia das Mães, o Dia dos Namorados deve contribuir como nunca para o varejo eletrônico, principalmente se pensarmos nas grandes promoções feitas pelas lojas, aproveitando o gancho da Copa do Mundo”.

Comentários