E-commerce e suas amigas

E-commerce e suas amigas

Não é de hoje que as mulheres influenciam no comércio eletrônico brasileiro. O aumento da usabilidade da internet, cerca de 67,5 milhões de usuários brasileiros, vem ampliando a cada ano a atuação do público feminino no universo online, notado em relação ao número de negociações realizadas e ao número de empreendimentos criados.

 

No início do e-commerce, por exemplo, os produtos que mais se destacavam eram os de telefonia, os eletrônicos e os de áudio e vídeo. Com o crescimento das internautas, produtos relacionados à vaidade feminina, como saúde e beleza, passaram a caracterizar a preferência online, sendo visíveis os recordes de crescimento ao ano.

 

Recentemente, pesquisas realizadas apontaram que as mulheres dominam a lista de consumidores online, possuindo um aumento muito abrangente. Das donas de casa, por exemplo, 40% compram através do comércio eletrônico, enquanto das que trabalham fora, esse número chega a 59%.

 

Dentre as mulheres entrevistadas, com idades entre 18 e 34 anos, o principal motivo das negociações realizadas pela web é a economia de tempo contabilizando 53% dos votos. Outro fator interessante está na facilidade em comparar preços em várias lojas, alcançando 21% das votações.

 

Para os lojistas, essas informações se caracterizam em oportunidade de realizar mais negociações online, pois ao buscar agradar ao público feminino, diversas modalidades de empreendimento virtual podem alcançar picos de vendas elevados, ou seja, vale à pena investir nas amigas do e-commerce.

 

Boas vendas!

Comentários