Funil de vendas: como utilizar essa ferramenta para conversões em sua loja virtual

Funil de vendas: como utilizar essa ferramenta para conversões em sua loja virtual

Você sabia que o funil de vendas pode ter início antes mesmo do consumidor ter entrado em sua loja? Exatamente.

O funil de vendas é um modelo de negócio demonstra a jornada de compra do seu consumidor. Com isso, você consegue visualizar todo o processo, desde o primeiro contato com a sua marca, até o momento da aquisição do seu produto ou serviço.

De acordo com o INVESP (Investigação e Comércio de Eletrônicos), as empresas que utilizam o funil de vendas têm o custo reduzido em 61%, comparadas as que ainda utilizam as técnicas tradicionais. Isso acontece porque, além de nos permitir ter o conhecimento do processo de compra do consumidor, o funil de vendas é uma excelente ferramenta para captação de possíveis clientes. Afinal, quando você entende como seu consumidor pensa, pode direcionar conteúdos específicos para cada etapa de compra.

Como funciona o Funil de vendas

O funil é formado por três partes: topo, meio e fundo. Para cada uma delas é utilizada um tipo de comunicação, com o objetivo de falar diretamente com o consumidor durante todas as partes do processo. Por isso, é preciso criar uma estratégia para sincronizar todas as etapas, com o intuito de fazer o cliente passear pelas três da maneira mais natural possível.

Etapas do funil

Topo: conhecimento

Nessa etapa, seu lead precisa se sentir atraído, sentir curiosidade, e querer conhecer mais sobre a sua marca.

Neste processo, o ideal não é vender diretamente sua marca, mas sim dar dicas relevantes para o segmento, demonstrando que você é especialista no assunto. Se você tem uma academia, por exemplo, faça comunicações sobre qualidade de vida ou alimentação saudável.

Meio: consideração

Nessa etapa, você precisa começar a conhecer melhor o seu lead. Para isso, colete informações oferecendo conteúdos interessam o usuário, sempre de acordo com seu segmento de atuação. Produza artigos, e-books, posts, imagens e vídeos, mas peça contatos em troca da utilização desses materiais. Isso gera uma troca benéfica para ambos.

Fundo: decisão

Quem consumiu seu conteúdo nas duas etapas anteriores, tecnicamente está predisposto a adquirir o seu produto. Por isso, após criar um relacionamento, é hora de falar da sua empresa.

Aproveite seu mailing e encaminhe catálogos, promoções ou planos.

E agora? O que faço com meus leads?

Um lead é um potencial consumidor. Alguém que em algum momento demonstrou interesse em adquirir o seu produto e passou pelas duas primeiras as etapas do seu funil.

Antes de, efetivamente, ser um lead, o usuário é um Suspect ou um Prospect.

Um Supect é aquele usuário que se cadastrou em sua loja virtual, mas ainda não é possível saber sobre qualquer intenção de compra. Geralmente nesta fase você possui apenas dados de contato, como e-mail e telefone.

Já o Prospect é mais previsível. Geralmente é um usuário que já fez o download de um material da sua empresa, pesquisou sobre algum produto/serviço ou demonstrou interesse em alguma compra, mas por algum motivo ainda não adquiriu o bem.

Após passar pelas etapas anteriores, essa pessoa já pode ser considerada um lead, e apresenta um perfil compatível ao de seu público-alvo. Esse consumidor já está pronto para comprar sem arrependimentos em sua loja.

Quando todas as etapas do funil fluem, as conversões em seu negócio são garantidas. Tire um tempo para acompanhar esse processo tão rico e importante para o sucesso da sua empresa. Mapeie os passos de seus consumidores, ofereça conteúdo e mostre qualidade tanto no que vende, quanto em sua operação. Encante seus possíveis clientes e os torne parceiros!

Comentários