Novas alternativas para o e-commerce

Novas alternativas para o e-commerce

O e-commerce brasileiro, como uma ferramenta de negócios via internet, possui muito progressos a serem alcançados. Com base nisso, há várias tendências e alternativas surgindo com o objetivo de expandir o mercado virtual.

 

Uma dessas tendências está voltada para o uso de redes sociais com geração de conteúdos, trazendo uma grande oportunidade para a ampliação do relacionamento entre corporação e seu público-alvo. Como por exemplo, criar um perfil no Twitter, no Facebook, ou uma comunidade no Orkut, disponibilizando aos seguidores informações úteis, que sejam tanto do interesse do cliente, quanto da empresa.

 

Outra alternativa, é a expansão das redes segmentadas e seu uso comercial, que pode gerar uma divulgação com resultados mais efetivos por causa da segmentação; por exemplo, uma rede só para o público feminino da empresa. Com isso, adere-se ao marketing one-to-one.

 

Uma nova tendência que vem crescendo, revolucionando as estratégias das empresas é a ampliação da classe C na usabilidade da internet; esse cenário aumenta as opções para empresas que possuem a classe como público principal, a partir daí busca-se adequar a linguagem, as promoções e até o processo de pagamento, tudo para não se perder o cliente.

 

Por fim, há a tendência de conversão de meios para os celulares, que geram maior contato, visto que acompanham o internauta a todos os lugares. É uma opção que ainda está crescendo, contudo, já há mais de 1,4 bilhões de pessoas no mundo acessando a rede de seus aparelhos eletrônicos.

 

Essas novas tendências melhoram o cenário do comércio eletrônico, principalmente, para as Pequenas e Médias empresas, com novos clientes chegando, independente do seu alcance geográfico. Portanto, com tais opções de estratégias de marketing digital, o e-commerce se mostra mais uma vez, a melhor alternativa de vendas, nessa era digital.

Comentários