PROCON divulga “Blacklist” de lojas virtuais

PROCON divulga “Blacklist” de lojas virtuais

Não nos cansamos de abordar o tema “reputação”, justamente por tamanha importância que este quesito possui, tanto no âmbito pessoal, quanto profissional. Entretanto, a falta de bom senso ou honestidade em de diversas lojas virtuais culminou em uma nada simpática lista elaborada pelo PROCON, divulgando mais de 200 lojas cujas compras devem ser evitadas ou ainda, banidas.

 

Tão próximo ao natal, data esta que movimenta milhões no e-commerce, e lojistas queimando suas reputações, deixando clientes insatisfeitos, depreciando o nome vinculado aos seus empreendimentos, é então que nos perguntamos: “Mas como pode?”, quando na verdade deveríamos nos concentrar em nós mesmos, para que isso não venha ocorrer conosco em um momento futuro!

 

O PROCON divulgou nesta quarta-feira 28/11/2012 os campeões em reclamações na web, e os principais motivos que levaram diversos negócios a entrarem para o ranking foram: queixas demasiadas, ineficiência, atendimento pobre ao cliente e a falta de entrega dos produtos adquiridos pelos consumidores.

 

Além da “lista negra” ordenada pelo órgão, foram compiladas também dicas gerais para o consumidor virtual, cartilha esta nomeada de “Guia de Comércio Eletrônico”, neste documento são dadas recomendações e precauções para os “novos e-consumidores”, objetivando o aniquilamento de problemas deste gênero.

 

De acordo com o PROCON de São Paulo, as lojas estão, majoritariamente, desativadas e, além disto, nenhum e-commerce citado na lista é de grande destaque. Entretanto, fica a dica à todos empreendedores, venda bem para vender sempre!

Comentários