Promoção ou ilusão?

Promoção ou ilusão?

Elaborar planos de marketing voltados às promoções aparentemente não demanda esforços ou conhecimento específico, contudo ao contrário do que se pode pensar, é imprescindível saber qual o impacto de cada promoção, bem como as consequências provindas destas ações refletidas à marca.

 

Comumente quando nos deparamos com palavras como “liquidação”, “promoção”, “oferta” e seus sinônimos nos vêm à mente grandes descontos, uma “queima de estoque” tudo pela metade do preço.

 

Entretanto, na maioria dos casos é muito alarde para pouco desconto, o que acaba refletindo negativamente e muitas vezes afastando os consumidores. Segundo estudos realizados por profissionais da área, a promoção pode fazer o processo inverso do que se deseja, ao invés de atrair pode dissipar os clientes.

 

Alguns dos pontos desfavoráveis às promoções são:

 

1. Denigre a imagem vinculada à marca: Aderir frequentemente a estas ações passa a imagem de poucas vendas, logo imagina-se que os produtos e serviços não são de qualidade;

 

2. Demanda alta quantidade: Para que não haja prejuízos, a margem de lucro de seu produto e serviço deve ser alta, a menos que estes já tenham uma margem de lucratividade. Ao contrário disto, haverá prejuízos e será preciso vender absurdamente para compensar.

 

3. Reduz confiança do cliente: Fazer alarde por uma promoção insignificante, ou de pouquíssimo desconto é desperdiçar dinheiro além de reduzir sua credibilidade;

 

4. Torna produtos e serviços commodity (comuns): Descontos podem atrair targets não desejados, tornando seu produto comum, perdendo toda a característica de diferencial;

 

Consumidores que já estejam habituados à sua marca e a qualidade atrelada à mesma, são verdadeiros clientes e compram pela qualidade. Uma promoção só os fará comprar mais, entretanto os pontos negativos são eminentes, haja vista que ações desta natureza podem atrair fregueses que voltarão apenas na próxima promoção. Cabe a você avaliar!

 

Comentários