Quem mexeu no meu e-commerce?

Quem mexeu no meu e-commerce?

Em um mercado relacionado a comércio digital, as atualizações em termos de tecnologia e cultura de público, são inevitáveis. Nesse cenário, os empreendimentos virtuais devem estar preparados para as constantes mudanças. E, pensando sobre isso, lembramos da renomada obra “Quem mexeu no meu Queijo?” de Spencer Johnson.

 

Nela, a questão da mudança ao redor do que se deseja, nos apresenta importantes reflexões que podem ser aplicadas ao nosso negócio e à nossa intensa busca pelo sucesso. Para ilustrar melhor essa história, extraímos algumas máximas do livro, veja:

 

“Se você não mudar, morrerá”.

Com a atualização constante do e-commerce, não seguir as tendências e, principalmente, acompanhar as necessidades dos consumidores é deixar seu negócio à deriva. É fundamental estar à par das mudanças quando o objetivo é conquistar o mercado;

 

“Cheire o queijo com frequência para saber quando está ficando velho”.

No mercado virtual é preciso estar atento a todas as ocorrência e novidades. E essa máxima reflete exatamente isso: a análise do que estamos realizando para nosso consumidor: será que o que estamos oferecendo já não está velho?

 

“O movimento em uma nova direção ajuda-o a encontrar no novo queijo”.

Ao constatar que o que oferecemos já está ultrapassado, o certo a se fazer é ‘nos virar para uma nova direção’, ou seja, é buscar junto ao nosso público a resposta que precisamos;

“É mais seguro procurar no labirinto do que permanecer sem queijo”.

O medo da mudança pode nos paralisar quando o ideal é buscarmos uma nova solução. Mas essa máxima deve ser entendida: de nada vale continuarmos investindo em questões sem retorno. Enfrentar o labirinto (mercado virtual) nos garante mais resultados.

“Notar cedo as pequenas mudanças ajuda-o a adaptar-se às maiores que ocorrerão”.

Um fato que deve ser levado em consideração é que as mudanças nunca deixarão de aparecer. Assim, para ser bem sucedido diante das mesmas, é preciso enxergar as pequenas situações para, então, estar preparado para atitudes mais rápidas e eficazes, quando as maiores atualizações baterem à porta.

 

Sucesso!

Comentários