Sustentabilidade no comércio eletrônico

Sustentabilidade no comércio eletrônico

A sustentabilidade, atualmente, é um assunto muito propagado e discutido. Por este motivo, o comércio eletrônico também está fazendo parte desta cadeia. As inúmeras vantagens que as lojas virtuais oferecem perante as lojas físicas ultrapassam muitas barreiras, inclusive no quesito sustentável.

 

O comércio eletrônico dispensa o uso direto de carros e ainda favorece a economia de tempo. Em muitas lojas virtuais, a logística é executada de modo sustentável a fim de diminuir o gasto com transportes desnecessários e também evitar a queima excessiva de combustível.

 

As embalagens dos produtos adquiridos através do comércio eletrônico costumam ser de papelão, material que pode ser reciclado facilmente, outro fator positivo e sustentável. Algumas lojas virtuais disponibilizam pontos estratégicos de coleta de materiais recicláveis, atitude que transpõe o mundo virtual para o físico.

 

O comércio eletrônico ajuda a minimizar a infra-estrutura, reduzir a necessidade de estoques e aumenta a eficiência em transportes. Sendo tudo eletrônico, sem necessidade de manequins de plásticos para visualização, grandes unidades de ar condicionado no telhado e neons enormes nas portas dos estabelecimentos, as lojas virtuais estão desmaterializando partes consideráveis do processo de varejo.

 

Outro ponto extremamente importante e considerável a favor do e-commerce é que além de todas as vantagens, receber os produtos em casa é muito mais eficiente do ponto de vista ambiental, pois evita que muitas pessoas saiam sozinhas em seus carros para ir ao shopping. Sustentabilidade e comércio eletrônico podem caminhar juntos.

Comentários